Afonso Cruz na Noite de Literatura Europeia

 AFONSO CRUZ REPRESENTA A LITERATURA PORTUGUESA NA NOITE DA LITERATURA EUROPEIA, EM LISBOA

 

 


No dia 24 de Maio, um dia depois da abertura da Feira do Livro de Lisboa, numa feliz coincidência, terá lugar a primeira Noite de Literatura Europeia em Lisboa – uma maratona de curtas leituras e dramatizações de obras de oito autores europeus contemporâneos, a decorrer simultaneamente em vários pontos da cidade, no eixo entre o Bairro Alto e o Príncipe Real.

O autor escolhido pelo Instituto Camões para representar Portugal é Afonso Cruz . O Livro do Ano (Alfaguara, 2013) é o título escolhido para integrar a programação do evento. São “páginas do diário de uma menina que carrega um jardim na cabeça, atira palavras aos pombos e sabe quanto tempo demora uma sombra a ficar madura”. Na Galeria Zé dos Bois (ao Bairro Alto), entre as 18:30 e as 22:30, O Livro do Ano será lido na íntegra pela actriz Isabel Abreu, sob direcção de Tiago Guedes. Esta leitura será acompanhada musicalmente pelo próprio Afonso Cruz. No mesmo espaço vão estar patentes ilustrações de sua autoria.

A Noite de Literatura Europeia é organizada pelos parceiros da Rede Eunic Portugal (British Council, Goethe-Institut, Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, Instituto Cervantes, Instituto Cultural Romeno, Institut Français du Portugal, Instituto Ibero-Americano da Finlândia e Instituto Italiano de Cultura) e é apoiada pela Comissão Europeia.

Para obter mais informações sobre os locais onde irão ser feitas as leituras

www.literaturenights.eu
 
Além de escritor, Afonso Cruz é também ilustrador, cineasta e músico da banda The Soaked Lamb. Em Julho de 1971, na Figueira da Foz, era completamente recém-nascido. Haveria, anos mais tarde, de frequentar lugares como a António Arroio, Belas Artes de Lisboa, Instituto Superior de Artes Plásticas da Madeira e mais de meia centena de países. Recebeu vários prémios e distinções nas várias áreas em que trabalha, vive no campo e gosta de cerveja.
O Livro do Ano(Alfaguara) são páginas do diário de uma menina que carrega um jardim na cabeça, atira palavras aos pombos e sabe quanto tempo demora uma sombra a ficar madura. Páginas feitas de memórias, para leitores de todas as idades. O mais recente livro de Afonso Cruz, com textos e ilustrações do autor, permite-nos ver o mundo e o tempo através do olhar fresco e inesperado de uma criança.
 

publicado por Editora Objectiva às 11:59 | link do post | comentar