"Para onde vão os guarda-chuvas", de Afonso Cruz, no Blogue 'Planeta dos livros'

O poder redentor da Literatura.
Por vezes, somos deslumbrados por um livro que nos faz sentir pequenos.

“Para onde vão os guarda-chuvas” (Alfaguara) é um dos mais belos livros que li nos últimos anos.


 

"(...) O universo de Afonso Cruz não se limita a criar empatia entre as palavras e a pré-existente sensibilidade do leitor. Não. O seu universo expande-se a cada livro. O leitor é transportado para sítios desconhecidos, “mentiras” com verdade no seu interior, ficção que quebra limites da realidade. (...)" (Excerto do texto sobre "Para Onde Vão os Guarda-chuvas", de Afonso Cruz (Diário Digital) de Mário Rufino)

 

Leia o texto no blogue 'Planeta dos Livros'.02.11.13

publicado por Editora Objectiva às 09:43 | link do post | comentar